Antidoping pós-UFC 183 de Anderson Silva testa positivo
UFC 183 - Nick Diaz acerta soco em Anderson Silva (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images)

Antidoping pós-UFC 183 de Anderson Silva testa positivo

O caso envolvendo o doping do brasileiro Anderson Silva teve um novo resultado na noite de ontem. De acordo com o site americano MMA Junkie, o lutador foi flagrado no segundo exame relacionado ao UFC 183, quando venceu Nick Diaz por decisão unânime.

No dia 9 de janeiro, Anderson Silva foi flagrado como as substâncias Drostanolona e Androsterona, ambas proibidas pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC). A data, porém, foi considerada fora do período de combate. Em exame realizado no dia 19 de janeiro, o ex-campeão não acusou nenhum uso de substância ilegal, passando limpo pelo teste. No teste realizado pós-luta, o atleta teria acusado positivo para anabolizantes, conforme notícia veiculada no site Combate.com.

A Comissão Atlética de Nevada, todavia, ainda não divulgou oficialmente o resultado do exame ministrado pós-combate. Caso confirmado o segundo doping, Anderson Silva pode pegar uma punição que varia entre nove meses e dois anos. O brasileiro será ouvido pela NSAC em uma audiência no próximo dia 17.

Sobre Rafael de Andrade

Rafael de Andrade, popularmente conhecido como "Japa". Gaúcho, colorado, publicitário, jornalista, além de apaixonado por MMA. Colaborador do MMA by Neko e proprietário do Dentro do Octógono!