Crônicas

Pena de viciado? Comigo não, parceiro!

Haters clamavam pelo cancelamento da luta de sábado, gritando aos quatro cantos da rede que o UFC deveria remover de Jones o cinturão recém defendido, “conquistado a base de pó”. Alguns outros, mais nacionalistas, lembraram que se fosse um brasileiro, provavelmente teria seu título cassado, e finalizam sempre com toda aquela conspiração pró-américa que já conhecemos bem. Leia Mais »

Réquiem para um machado

“The Axe Murderer”, “O Assassino do Machado”. É como ele será lembrado. Nossos nomes ficaram assim, inseparáveis para a eternidade. Derrubado o Império Oriental, ele assim como muitos outros, não viu alternativa que não seu retorno ao ocidente. Poderia ficar por lá. Desfrutando das glórias que seu reinado de tantos anos lhe proporcionava na terra do sol nascente, já que seu país de origem pouco o conhecia. Leia Mais »

Meus tempos eram outros

Olhei no espelho e constatei estupefato - Putz cara, tu tá ficando velho. - Eu sou ainda do tempo do vale-tudo, dos UFC's em fita VHS, mais proibidas que filme pornô e o "Faces da Morte". Sou do tempo que a dupla de apresentadores tinha Bill Wallace com sua cara de tiozão, e o Jim Brown como comentarista, sob seu chapeuzinho impagável. Leia Mais »

Chega de Mi Mi Mi no MMA

Compadres, instantes depois do episódio prólogo entre Jon Jones e Daniel Cormier, os politicamente corretos começaram com seu “mimimi” nas redes sociais. Em linha gerais, o que se lia web afora eram coisas como: “Mimimi que mau exemplo”. “Mimimi o esporte vai regredindo”. “Mimimi eles tem que sofrer punição”... Leia Mais »

O MMA no padrão FIFA

O momento é de Copa do Mundo, então vamos beber e descontrair! O post abaixo foi sugerido após a vitória do Brasil contra a Croácia, em uma mesa de bar regada a paints gélidos de Guinness. Em um mundo de “MMA padrão FIFA”, se os lutadores do UFC fossem seleções da Copa, quais seriam? Leia Mais »

O pior cego, é aquele que não quer ver

Compadres, escrevi esse texto como fã de Wanderlei Silva. Talvez, junto com a mãe do lutador, o único fã brasileiro que ainda lhe resta. Se você não for, ou se jamais o foi, talvez esse texto não seja para você. Nesse caso, me cabe pedir que, se porventura o amigo(a) leitor(a) quiser usar o espaço abaixo destinado a comentários para acusar Silva das mais sérias atrocidades, para que assim seu dia como “pessoa ética” fique melhor, procure outro post. Leia Mais »

A maldição dos jogos do UFC

Esse post é para quem não acredita em maldições. E para quem quer ver a queda de Jon Jones. Jones deve perder em breve. Muito em breve. Considere isso uma constatação, não um desejo pessoal. Mas a derrota de Jones, por si, não será motivo algum para espanto ou curiosidade. Quando vier, servirá apenas para corroborar um verdadeiro legado de desgraça. Mais forte do que qualquer camp de treino intenso, mais destruidor do que qualquer Spinning Elbow que você já viu. Leia Mais »