Pena de viciado? Comigo não, parceiro!
É vc que financia essa merda (Montagem: MMA by Neko)

Pena de viciado? Comigo não, parceiro!

“Coke Bones”

“John “Montana” Jones”.

“MaraJones”.

Compadres, impressiona como somos criativos para o mau.

E tão logo a notícia do teste antidoping de Jon Jones deu positivo para uma substância presente na cocaína, explodiram os memes internet afora.

Haters clamavam pelo cancelamento da luta de sábado, gritando aos quatro cantos da rede que o UFC deveria remover de Jones o cinturão recém defendido, “conquistado a base de pó”. Alguns outros, mais nacionalistas, lembraram que se fosse um brasileiro, provavelmente teria seu título cassado, e finalizam sempre com toda aquela conspiração pró-américa que já conhecemos bem.

Fato é que as pessoas precisam odiar alguém.

É preciso descontar as suas frustrações, mágoas e rancores da vida em alguém. E de preferência alguém que não possa revidar diretamente.

Tenho um amigo que sempre fala que “a internet foi feita pra ver filme pornô, e para as pessoas descontarem suas merdas nos outros”. O que, não necessariamente nessa ordem, vem se mostrando cada vez mais verdadeiro nesses tempos.

E Jon Jones adora nos dar motivos para ser odiado.

Mas querem saber qual foi minha maior surpresa ao ler os comentários em diversos sites? Notar que os mais curtidos foram os do tipo: “coitado”, “boa recuperação”, “que pena”….

Opa, opa, peraí….

Pena? O caramba que vou ter pena!!

Não me entendam mal, óbvio que também desejo que o campeão se recupere.

Mas um momentinho aí… Jovem, rico, bem sucedido, de família estruturada… Qual a desculpa para entrar nessa vida champz? Cabeça fraca? Então tem mais que se f* mesmo.

Pena eu tenho da mãe que tem que acorrentar o filho na grade da janela, porque se ele sair de casa vai ser morto pelo traficante. Pena eu tenho do seu João, que voltava do trabalho e foi esfaqueado por um craqueiro, que trocou os vale transportes que ele levava na carteira por mais uma pedrinha.

Não tenho pena de viciado não parceiro! Não importa se ele é o maldito campeão P4P ou se é meu parente. E o Sr. Jones tem em sua volta toda uma estrutura de vida favorável, para ser um cara descente.

É como dizia uma antiga propaganda de um curso pré-vestibular aqui de Porto Alegre, “Você é o resultado de suas escolhas”. Quis ser o fodão na festinha, cheirando uma carreira? Aguenta o repuxo agora compadre.

Que os amigos leitores jamais tenham que conviver de perto com uma situação dessa. Na “vida real” não é tema de noticiários (só dos policiais) nem memes, mas destrói famílias, desconstrói futuros, mata e corrompe.

E para os “Jonny Boys”, fiquem calmos.

O legado de Jones, sua carreira, tudo que ele já fez e ainda fará pelo Ultimate não deve ser manchado. É visível que as coisas podem ficar um pouco mais difícil em relação aos patrocinadores. Mas a carreira do campeão ainda deve continuar por um bom tempo.

Tratem a droga como ela deve ser tratada, e não como um “caso de celebridade”. E usem esse episódio não para extravasar sua raiva em Jones.

Ou usem, se quiserem.

Mas lembrem principalmente que ela não escolhe classe social, e sim os mais cabeça fraca.

Depois que se entra nessa vida, não importa se você é o maior lutador de todos os tempos.

A vitória nunca é certa.

Uabrázz!

Sobre Wagner Marques Andrade

"Buenas e me espalho! Nos pequenos dou de prancha e nos grandes dou de talho!" Gaúcho e brasileiro, nesta ordem. Proprietário do MMA Fulltime.
  • Vinicius Fortuna

    “Depois que se entra nessa vida, não importa se você é o maior lutador de todos os tempos.”

    Quando li isso lembrei da história do maior construtor de pontes do mundo, que construiu mil pontes e ajudou as pessoas a irem de um lugar para o outro mais facilmente, era idolatrado como o construtor de pontes, até que chupou um pinto… a partir dai ele não era mais construtor de pontes, era um “chupa rola”. As pontes que ele construiu eram irrelevantes, o bem que ele fez foi esquecido, pois ele poderia construir mais mil pontes, mas não podia deschupar o pinto.

    Bem, não nos esqueçamos que ele ainda é o maior lutador da atualidade e seu nome já está na história… daqui pra frente, como “noia” ou como JJ, ele deve ser tratado pelo que está fazendo, não pelo que fez no passado. Agora, hoje, ele tem mais é que se foder mesmo.

  • Guest

    Tanto é verdade que nem o nome do tal construtor cara lembra Vinicius…
    Apenas que ele chupava pintos.

    Eu não quis dizer que o que ele fez é desprezado por ele ser um viciado.
    Foi só uma analogia.

    Ubrázz!

  • Wagner Marques Andrade

    Errata:
    “…nem o nome do tal construtor você lembra Vinicius…”

  • Vinicius Fortuna

    Eu entendi.

  • Tainã Esposito

    Essa eh uma questão complexa.. tenho amigos que usam drogas e são pessoas do bem! e conheço pessoas que nao usam e nao são do bem! vice versa bla bla. O problema é que ele (JONES) é uma pessoa publica, e pior ainda, um atleta… aquele que deveria “dar” o exemplo. Não tenho pena dele, pois sei que ele tem totais condições de sair dessa, pois como já dito antes, ele é de uma família estruturada e tem dinheiro, diferente dos lugares e escolas onde dou aula, onde jovens não tem estrutura familiar nenhuma, são vulnerareis, ao crime e todas os problemas sociais do nosso país e tals! Desses eu tenho pena. Claro, ate quando um deles tentar me assaltar ou agredir algum parente/amigo. Não critico o Jones, ele errou e vai pagar pelo seu erro. Torço pra ele voltar logo, quero ver o Gustafson dar uma surra nele de novo kkk. Mas o legado dele sera mantido, como foi o do Maradona por exemplo!
    Legal esse texto ai

  • Marcos R S

    Nem se sabe se ele é de fato viciado. É perfeitamente possível que ele seja um usuário casual, como existem tantos outros. Sim, mesmo de cocaína. Fora das historinhas exageradas sobre drogas na mídia, se você conhecer as pessoas vai ver que tem sim bastante gente que usa drogas e não tem problemas com elas. Dizer que foi pra uma clínica também não acusa vício, ja que (bem provavelmente aliás) ele pode ter feito tal declaração apenas para efeito de relações públicas mesmo.

  • Frederico Calderaro

    Bem bacana o texto e isso é um fato! Na minha opinião, a única sacanagem que vejo dentro do UFC é existem pesos e medidas diferentes para cada atleta contratado, mais é claro que, para a organização, a única parte interessada é o $$$ que entra. Uma pena, pois os pequenos é quem pagam o pato! Garanto que se fosse a primeira luta de JJ no UFC e ele não fosse o campeão, ele não seria mais um atleta contratado do UFC e mais, o Sr. Dana White já teria soltado o verbo nas redes sociais destruindo a índole do atleta. Deixo aqui bem claro de que esta é apenas minha opinião! Abração e parabéns pelo site!

  • QUEM TEM PENA…..EH GALINHA

  • O KRA USO PRA ENTRA TRINCADO EM ALGUMAS LUTAS FAZ PARTE

  • DROGAS E ESPORTE NO ALTO NIVEL SAO COMUNS

  • LUTA EH LUTA…..DROGA EH DROGA….TD EH ISSO…JON JONES MANDA TODOS SABEM O KRA EH FERA

  • KRA O Q A PESSOA FAZ N INTERESSA SE EH GAY OU N O KRA LUTA MTO

  • VERDADE

  • NAO VAI SUBIR NINGUÉM!!!!!!!!!!